Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Se eu mandasse nisto

Se o mundo anda ao contrário, se as pessoas andam com as ideias trocadas, se as prioridades andam invertidas, se os deuses andam loucos, haja alguém para mandar nisto, por favor.

Se o mundo anda ao contrário, se as pessoas andam com as ideias trocadas, se as prioridades andam invertidas, se os deuses andam loucos, haja alguém para mandar nisto, por favor.

Se eu mandasse nisto

18
Jan18

Aos 90 anos ainda devo conseguir ser espantalho.

Eu

O nosso governo achou por bem aumentar a idade da reforma para os 66 anos e cinco meses.

Será que acham mesmo que a medida é uma boa medida? Que faz sentido? Uma pessoa com 66 anos pode ainda ser muito válida para muita coisa, que é certamente, mas já fez a sua obrigação enquanto trabalhador e enquanto contribuinte para os cofres do estado.

Muitas das pessoas que agora estão na casa dos 60 anos começaram a trabalhar ainda miúdos, alguns com pouco mais de 10 anos. Vamos obrigar esta gente a trabalhar mais? 

 

Aos 66 as pessoas já merecem descanso há muito tempo. Em muitas profissões, aos 66 o rendimento já não é o mesmo. A paciência não é a mesma. A genica não é a mesma. E os serviços e a qualidade dos serviços acabam por pagar a fatura. 

As pessoas, que trabalharam a vida toda, merecem ter tempo para aproveitar a vida que lhes resta com qualidade, antes de começarem as dores e as doenças. Merecem ter tempo para aproveitar o sol do Algarve como fazem os ingleses. Merecem ter tempo para aproveitar para conhecer o mundo. Merecem ter tempo para aproveitar os netos enquanto ainda conseguem saber se o leite do biberão está demasiado quente ou não. E aproveitar os quintais, os terrenos, a casa que compraram. 

Interrogo-me ainda, se esta medida vai abranger toda a gente, ou se ficarão de fora aqueles cargos, cujo trabalho dificil de pegar na caneta e assinar papéis com leis tão inteligentes como esta, faz com que se reformem ao fim dos mandatos. É que me parece que uns são filhos da mãe e outros são filhos da outra senhora. 

Mas, se a ideia é obrigar as pessoas a trabalhar até cairem para o lado, então que tal alargarem a idade um bocadinho mais? Falando por mim, e só por mim, aos 70 e aos 80 ainda devo conseguir, espero eu, fazer alguns recados, talvez uma espécie de estafeta, fazer companhia a alguém ser uma espécie de "dama de companhia", abrir e fechar portas e ser, talvez, porteiro. E aos 90 posso sempre ser espantalho no meio de uma qualquer seara de trigo. Fica a dica, tratem lá de arranjar carreiras contributivas para isto. 

 

Se Eu Mandasse Nisto...

...Esta gente que faz as leis e que as aprova, ia durante 6 meses trabalhar a sério, para verem se aumentar a idade da reforma é uma boa ideia. 

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D