Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Se eu mandasse nisto

Se o mundo anda ao contrário, se as pessoas andam com as ideias trocadas, se as prioridades andam invertidas, se os deuses andam loucos, haja alguém para mandar nisto, por favor.

Se o mundo anda ao contrário, se as pessoas andam com as ideias trocadas, se as prioridades andam invertidas, se os deuses andam loucos, haja alguém para mandar nisto, por favor.

Se eu mandasse nisto

04
Nov17

50% de desconto. 100% de confusão.

Eu

O Continente achou que hoje era o dia certo para colocar todos os brinquedos com 50% de desconto, e eu, que queria comprar pão, sabonete, e pouco mais, por pouco não acabo em cima de uma pista de carros ou ao colo de uma Frosen. Uma confusão diabólica.

 

Vamos ver o filme do inicio. 

O Continente colocou hoje, todos os brinquedos em promoção. 50% de desconto mas, para os mais distraidos, fica o recado: o valor do desconto é em cartão, o que significa que se gastarem 200€ ( e a julgar pelos carrinhos carregados de caixas de legos e playmobil que vi, muita gente vai gastar mais), ficam sem esses 200€ na conta. É certo, que ficam com um crédito no cartão, mas esse crédito, vai parar, mais cedo ou mais tarde, aos bolsos do Continente. Portanto, o desconto não é assim bem um desconto. 

O problema é que sempre que se fala em descontos, o mundo resolve aproveitar. Acho que muita gente nem pensa se precisa mesmo ou não. Está com desconto, é para aproveitar e comprar. Se não for hoje, pode ser amanhã ou daqui a 10 anos, mas vai fazer falta. 

Resultado, o Continente estava transformado num pandemónio. Gente sem fim a empurrar carrinhos cheios de Barbies, de princesas Frosen, de carros de bombeiros, de torres da Paw Patrol, de tudo o que é boneco e dá na televisão. Centenas de pessoas às 10h da manhã a olhar para as prateleiras que entretanto já estavam a ficar vazias e muitas com medo que o mundo acabesse e não tivessem tempo para comprar todos os brinquedos que queriam. Assim sendo, valia tudo. Desde empurrar, a discutir, a bloquear as passagens, a tirar brinquedos do carrinho alheio, havia de tudo. Por todo o lado, da roupa ao corredor das massas, havia brinquedos espalhados. 

E quem, como eu , só queria comprar meia dúzia de coisas, teve uma boa imagem daquilo que poderá ser o inferno. 

 

Se Eu Mandasse Nisto...

....o cartaz da promoção dizia: "Hoje quem quer pão vai a outro lado. Venda excusiva de brinquedos"

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D