Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Se eu mandasse nisto

Se o mundo anda ao contrário, se as pessoas andam com as ideias trocadas, se as prioridades andam invertidas, se os deuses andam loucos, haja alguém para mandar nisto, por favor.

Se o mundo anda ao contrário, se as pessoas andam com as ideias trocadas, se as prioridades andam invertidas, se os deuses andam loucos, haja alguém para mandar nisto, por favor.

Se eu mandasse nisto

23
Fev18

Assim termina a história de um jovem atleta.

Eu

O mundo do desporto fala do Rúben Semedo que ficou, ontem, em prisão preventiva, acusado de diversos crimes. Mas será que já alguém pensou, que ele já pensou, como será a vida dele daqui para a frente? Será que já viu o que fica para trás? O que perdeu? Será que já viu o tamanho da queda e o tamanho da mazela que causou? 

Não o conheço, mas sei que trabalhou muito para chegar onde chegou. Porque só se chega onde chegou, profissionalmente, trabalhando muito e fazendo alguns sacrifícios. Tinha alguma fama, algum prestígio e, seguramente, algum dinheiro. Tinha tudo aquilo que, para a maioria dos miúdos, chegava para ser feliz. Mas para ele não chegou. 

Então e agora Rúben? 

Agora quer-me parecer que acabou o atleta. Que deixou de existir o jogador profissional. Que acabou a vida boa. 

Agora, corre o risco de ver fechadas todas as portas. De não haver mais espaço para ele no mundo do futebol. E de, assim sem graça nenhuma, ver um ponto final na história que podia ser a de um jovem atleta de sucesso. 

Havia necessidade? Vale a pena? Justifica? 

O que será que esta gente tem na cabeça para arriscar a vida em troco de meia dúzia de euros ou de um qualquer ajuste de contas? 

Onde é que falhou a educação deste Rúben e de outros que por aí andam?  Onde é que falhou a sociedade? Que valores é que estamos a passar e que valores é que estamos a esquecer de ensinar?

Seguramente que alguma coisa está a falhar, com este e com os outros Rúben. E é preciso ver o quê. E é preciso corrigir, para que outros não terminem as história antes do tempo. 

 

Se Eu Mandasse Nisto....

..... volta-se a educar. A dar o devido valor às coisas. A ensinar às crianças que nem tudo justifica tudo. 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D