Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Se eu mandasse nisto

Se o mundo anda ao contrário, se as pessoas andam com as ideias trocadas, se as prioridades andam invertidas, se os deuses andam loucos, haja alguém para mandar nisto, por favor.

Se o mundo anda ao contrário, se as pessoas andam com as ideias trocadas, se as prioridades andam invertidas, se os deuses andam loucos, haja alguém para mandar nisto, por favor.

Se eu mandasse nisto

17
Nov17

Uma nova Terra? É melhor não pensarmos nisso.

Eu

Foi descoberto um planeta semelhante à Terra e que, ao que parece, reúne condições para a existência de viva. De vida como a que conhecemos, assim, igual à nossa. Chama-se Ross 128b e até podia ser o nosso plano b para o dia em que a Terra deixar de ser, definitivamente, habitável, mas o melhor é não pensarmos nisso. 

O Ross 128b, até pode ser um bom planeta, até pode ter condições para ter água e oxigénio da forma que temos aqui na Terra e que precisamos que exista, mas está tão longe que, por enquanto, se torna impossível pensar em dar-lhe alguma utilidade. 

Ao ler as noticias sobre o assunto fiquei com a ideia, e se calhar como eu, muita gente, que esta era uma descoberta fabulosa e que assim que a vida aqui na Terra complicasse, podíamos pegar mas malas e bagagens e rumar até lá. Errado. É preciso lembrar, que o dito planeta está a 11 anos-luz daqui e que isso significa que, na melhor das hipóteses que era conseguirmos viajar à velocidade da luz, ou seja a qualquer coisa como 300000 quilómetros por segundo, demoraríamos 11 anos a chegar até lá. 

Agora, se pensarmos que a Lua está a mais ou menos 340000 quilómetros e que a percentagem de pessoas que lá foi é mínima, que Marte está a pouco mais de 50 milhões de quilómetros e que ainda ninguém lá pôs o pé, viajar 11 anos-luz (cada ano-luz são mais ou menos 9640 mil milhões de quilómetros) é por agora, e creio que nos próximos anos, uma missão impossível. 

Por isso, o melhor que temos a fazer é aplaudir a descoberta, por isso mesmo, por ser uma descoberta e por nos trazer imagens bonitas do espaço e tratarmos de zelar pelo planeta que temos, porque a alternativa está muito, mas mesmo muito longe. 

 

Se Eu Mandasse Nisto...

....tratávamos da Terra como se ela fosse a nossa casa. (Não, não é isso que temos feito.) 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D